segunda-feira, 16 de novembro de 2009

MASSAGEM PROTÁTICA


A ordenha da próstata é a técnica de massagem no aparelho reprodutor masculino: A qual se retira o esperma através de estímulos na glândula prostática, vesículas seminais e nas âmpulas, que são os reservatórios que armazenam o esperma. A glândula prostática, quando está cheia, pode ser sentida se pressionarmos o dedo no meio do períneo (atrás do escroto). É uma protuberância redonda, do tamanho de uma bolinha de gude. Outra forma de acesso a ela é através do reto, por onde pode ser sentida, como uma massa arredondada na direção da frente do corpo, e fica à distância aproximada de um dedo (indicador) dentro do reto. Para localizá-la é preciso inserir o dedo médio e deslizá-lo desde a entrada do reto, para cima, até senti-lo passar sobre uma bola. Ali está a próstata. Logo acima da próstata está um nódulo menor, de forma grosseiramente triangular, como uma cunha, que é a porção inferior das vesículas seminais. É nelas que a maior parte do fluido ejaculatório fica armazenado. E sob as vesículas estão as âmpulas. Durante a excitação sexual, o esperma e o fluido ejaculatório se acumulam nessas glândulas e são contidos pelas válvulas dos dutos ejaculatórios. Quando a pressão do fluido atinge um limiar alto o bastante, as válvulas se abrem e o bulbo uretral se enche, disparando os reflexos ejaculatórios e as contrações musculares do orgasmo, o que esvazia as glândulas.
Outra maneira de se realizar está ordenha é por via retal. Massageando-se ritmadamente os órgãos, entrando e saindo com um consolo. Mas usar o dedo médio sozinho ou em conjunto com o indicador, bem lubrificados, com movimentos firmes e suaves sobre os nódulos das glândulas dentro do reto é a forma mais eficiente.
A massagem vai forçar o fluido seminal e o esperma diretamente na uretra. Se a excitação é lenta ou a estimulação peniana é interrompida a drenagem da uretra não produzirá orgasmo. Uma vez que a ejaculação atinja o meatus, pode-se esvaziar a uretra passando-se um dedo firmemente da parte inferior do pênis até a sua cabeça, empurrando o esperma para frente.
Uma camisinha pode ser usada para coletar o esperma, para que a Dona possa parar quando uma quantidade equivalente à de uma ejaculação normal tiver saído. Neste ponto, a massagem prostática terá terminado.
A massagem prostática é bastante prazerosa, mas a maioria dos homens é incapaz de chegar ao orgasmo sem alguma espécie de estimulação peniana. Portanto se você não deseja que ele tenha um orgasmo, não permita que ele se toque.
Uma vez que uma quantidade suficiente de fluido tenha sido drenada, restará um resíduo insuficiente para acionar o reflexo ejaculatório, e nenhuma estimulação peniana resultará em orgasmo. Tal técnica pode se usada para frustrar a masturbação masculina e o orgasmo, se aplicada em intervalos apropriados. Pode ser preciso fazê-la uma ou duas vezes por dia, a não ser que o homem esteja usando um cinto de castidade. No entanto mesmo aprisionados ainda é preciso ter suas glândulas drenadas para evitar ejaculações noturnas com orgasmo. Com ordenhas prostáticas regulares, o alívio orgásmico pode ser negado a um macho por um tempo arbitrariamente longo sem qualquer efeito nocivo.
Quanto tempo esperar entre uma ordenha é algo que deverá ser determinado experimentalmente. O objetivo é passar o máximo de tempo possível sem acionar polução noturna. Eu diria que entre seis e oito semanas o risco de acontecer uma polução aumenta. Mas uma meta interessante é manter o homem um ano sem o orgasmo.

AUMENTANDO A FRUSTRAÇÃO
Um meio eficiente de aumentar a sensação de frustração pela negação do orgasmo é masturbá-lo até um ponto próximo ao orgasmo, e então parar os estímulos. Eu diria que isso triplica a necessidade de gozar. Isso pode ser feito várias vezes por dia e o resultado é certo ele ficará visível frustrado.

MASSAGEM GELADA
Uma variação da massagem prostática que é bastante eficiente para limitar qualquer tendência ao orgasmo e as sensações prazerosas é a "massagem gelada": pelo menos 10 minutos antes da massagem prostática, sacos plásticos cheios de gelo picado são dispostos em torno do pau e das bolas, onde permanecem durante a ordenha. Quando a massagem se completa, os sacos de gelo são removidos. Esta técnica também se constitui uma oportunidade apropriada para se instalar um cinto de castidade no pênis encolhido. (Funciona melhor se o homem estiver amarrado: Pois é difícil manter um homem quieto quando suas genitais estão congelando).

TEXTO ADAPTADO DO SITE DE MADAME LILITH