sábado, 12 de abril de 2014

ENTREVISTA COM MARIA ANTONIETA

Olá pessoal, em meu blog indico as páginas de algumas Dominadoras Profissionais. Estive pensando que conhecendo as páginas delas acabamos conhecendo um pouco do seu mundo BDSM, mas que seria interessante saber um pouco mais sobre elas. Por isso resolvi convida-las a participar de uma entrevista e assim saber um pouco mais sobre aquelas que se dispuseram a responder as perguntas.

A Primeira a participar é Maria Antonieta Pró Domme

A quanto tempo a Senhora já gosta e vive o BDSM?

Conscientemente vivo o bdsm ha quase 10 anos, porem minha mae vive me dizendo que quando criança eu mandava e desmandava no meu pai, logo, imagino que isso tenha começado bem antes.....

Como foi o momento onde decidiu dominar profissionalmente?

Na verdade uma coisa levou a outra, eu comecei a frequentar as festas, conhecer as pessoas e muitas dommes, ao passo de que me conheciam, começaram a me passar seus clientes, por N motivos, em sua maioria eram clientes pagos e por fim acabei decidindo por me profissionalizar e dar continuidade a esse 'esquema' de atendimento.

A Senhora Só domina profissionalmente ou também seleciona escravos pessoais, sem que sejam cobrados tributos?

Tenho amigos muito antigos, que me conheceram antes de eu me profissionalizar, logo, sempre que posso encontro essas pessoas para brincar, e que por perfil delas mesmo acabam por me servir de alguma maneira, mas não seleciono escravos pessoais, resolvi fazer do hobby uma profissão mesmo.

Qual tipo de presentes a sra mais aprecia receber?

Eu não tenho preferencias por presentes, é claro que adoro sapatos, chocolates, mas o mais legal mesmo é quando vc atende uma pessoa com menos recursos e ainda sim ela te leva alguma coisa, isso é muito legal e mostra muito o respeito das pessoas por mim e pelo meu trabalho. Esse tipo de coisa não tem preço...

O que não faz parte das suas preferências?

Sapos! Pelo amor de Deus nao me de nada que tenha sapos, odeio sapos! rsrrrsrsrsrs

A sra já passou por alguma situação engraçada em uma sessão que a sra se recorde?

Olha situação engraçada propriamente dita não passei não, mas meu lado sádico é algo sempre presente e acabo me divertindo muito, mas muito mesmo, quando percebo o quanto a pessoa esta nervosa, suando, ai eu dou risada, não tem jeito!

Qual o conselho a sra daria à mulheres que estão começando a viver o BDSM e querem ser Dominadoras?

Meu conselho para as mulheres: abram sua mente....não adianta ler o livro '50 tons de cinza' e ir no sex shop e sair correndo ao ver chicote e algema.....leiam! pesquisem, conversem com as pessoas do meio, se permitam experimentar ambos os lados do chicote. E começar com o titulo de domme é sempre confortável porem não necessariamente é o que vc nasceu para ser....cansei de ver mulher se intitular domme, obviamente por uma questão de ego, porem nas suas relações intimas gostar de apanhar, ser humilhada.....é no mínimo controverso! Experimentem antes de vestir a camisa!

A Senhora tem algum desejo ou prática que não realizou e ainda sonha em vivenciar?

Sim, adoro agulhas, sangue, porem além de ainda não ter tido tempo de aprender, é extremamente difícil achar quem goste dessa pratica e possa ficar marcado. Mas ainda vou experimentar!

Sexo e BDSM como é a relação dessas duas coisas para a Senhora?

Honestamente nao acho que sexo e bdsm andem juntos.....as pessoas tem o habito de achar q bdsm é apimentar a relação, que pro domme é prostituta...é muito complicado isso! bdsm é bem mais amplo que sexo, pode ser que em alguns momentos essas praticas se encontrem, mas não estão juntas o tempo todo e é isso o que a maioria nao entende.

A Senhora prefere atender o escravo em que tipo de local?

Um dungeon pra atendimento é sempre o mais indicado, e os moveis sao excelentes, da para usa-los de muitas formas, mas tenho conhecimento de apenas 2 em SP. Também existe a questão preço, o aluguel de um espaço desse é caro e nem sempre o cliente tem esse valor disponível. Acabo então por atender em motel.

BDSM virtual é algo que lhe agrada? Oque a internet traz de bom para sua vida BDSM?

BDSM virtual nunca me agradou, sempre dei preferencia para o presencial, porem de um tempo para ca venho enxergando os benefícios desse meio....atendo muita gente de fora, portugal por exemplo. tratam-se de pessoas que, por algum motivo, nao conseguem vivenciar o bdsm de forma presencial, porem o bdsm é parte deles.....o meio virtual acaba se fazendo um excelente local tanto para conhecer gente nova quanto para suprir as necessidades dessas pessoas. Me sinto realizada profissionalmente ao perceber o que pude proporcionar para alguem de tao longe e eventualmente tão necessitado de viver suas fantasias.

Qual é o TOP 3 das práticas de sua preferência?

1 - trampling AMOOOOO passar horas pisando ou ate mesmo dançando em cima das pessoas!
2 - spanking. Sou spanker e realmente gosto de bater e deixar marcas!
3 - dominação psicológica. Humilhar uma pessoa a ponto de faze-la chorar, acreditar em suas palavras e perceber seu olhar perdido, de como se tivesse acabado de descobrir toda a verdade a seu próprio respeito é algo que não cabe no meu ego rssrsrrsrsr

O que um submisso deve saber  antes de fazer contato com a Senhora e como ele deve fazer esse contato? Como são as etapas que a Senhora segue até a sessão?

Para fazer contato comigo nao tem segredo, é mandar um email ou ligar, mas devo confessar que não suporto gente que se diz submisso e entra em contato cheio de intimidade e gracinhas....um sub de verdade sabe seu lugar e sabe abordar uma domme. Comporte-se ou tire a camisa de sub, pois ela não te pertence! 

O submisso pode se apaixonar pela Senhora?

Bem, eu não dito essa regra, ha quem discorde, mas acredito que as pessoas não mandam no coração. Obviamente não aconselho que se apaixonem por mim, tenho uma vida muito corrida, cheia de compromissos e sou muito exigente em relação a que tipo de pessoa deixo adentrar minha vida pessoal. Pode soar arrogância, mas espero que me entendam, mas o privilegio de me conhecer não é concedido a qualquer um, sou muito seletiva.

Maria Antonieta por Maria Antonieta.... Como a sra se descreveria?

Me descrevo como uma pessoa que lutou durante muitos anos para apresentar para a sociedade uma pessoa cujo temperamento era difícil porem possível de 'levar' e que depois de descobrir o bdsm, tanto não me vejo na obrigação de mostrar mais nada para ninguém quanto assumo meu temperamento impossível e o pratico sempre.
Sou geniosa mesmo, adooooooro o olhar de medo e de reprovação alheia, pois isso só reforça a lição que eu demorei pra aprender: que eu posso!


Dominadora Maria Antonieta