sexta-feira, 3 de setembro de 2010

DICIONÁRIO BDSM - I - J - K - L

Infantilismo - Parafilia na qual um adulto obtêm prazer sexual ao se comportar e ser tratado como um bebê, e pela utilização de fraldas e de roupas e acessórios infantis.

Jogos - Os jogos são as sessões onde os praticantes de BDSM colocam em práticas os fetiches de sua preferência ou ritos litúrgicos diversos. Os jogos podem ser desde simples regras de conduta até cenas elaboradas. Os jogos se classificam de acordo com a intensidade, desde práticas leves às mais pesadas. Comumente denominadas "light" e hard”, do inglês.

Kaviar - Gíria na língua alemã para designar fezes entre os apreciadores de coprofagia.

Kimbaku - (Do japonês "kimbaku"). Palavra usada no Japão para designar o Shibari. (Ver: Shibari)

Limites - As fronteiras das atividades no BDSM acordadas e conversadas entre dominador(a) e submissa(o), definindo o que e até onde uma prática, uma cena ou um relacionamento podem ir. Limites devem ser obrigatoriamente respeitados. O limite se aplica às regras, cenas, práticas, níveis de dominação e submissão, duração das cenas, etc.