sábado, 7 de agosto de 2010

ENEMA

Enema, enteroclisma, ou clister, são nomenclaturas que designam a introdução de líquido no ânus para lavagem, purgação ou administração de medicamentos, como citrato de magnésio (laxativo) ou água morna para eliminar quaisquer partículas fecais. O uso do enema é muito difundido entre dominadoras que pretendem fazer inversão de papeis com seus submissos. A prática do enema (vulgarmente conhecido como "xuca", ou "duchinha") é feito alguns minutos antes do início do intercurso anal. Mas ele também pode ser feito durante a sessão com o objetivo de causar desconforto no submisso pela retenção dos líquidos por algum período. Em termos médicos, o uso constante do enema é desaconselhável devido à possibilidade de redução da flora intestinal, o que tornaria seu usuário sujeito a infecções. Isso, somado à prática constante de sexo anal poderia trazer complicações mais sérias.



Material:
- irrigador com extensão clampada contendo a solução: água morna, glicerina, solução salina, SF + glicerina, entre outros fluídos.
- sonda retal (homem: 24 ou 26);
- vaselina ou xylocaína; papel higiênico; luva de procedimento; suporte de soro; comadre.
* O procedimento também é possível usando a ducha higiênica do banheiro.

Procedimento:
- colocar a solução dentro do irrigador;
- dependurar o irrigador no suporte de soro à altura de 60cm do tórax do paciente;
- colocar uma comadre próxima ao local;
- colocar o submisso em posição de Sims (deitado lateralmente, com a perna que estiver para baixo esticada e a perna que estiver por cima com o joelho flexionado) ou na posição Genu Peitoral (apoiadas no joelhos, glúteo elevado e com o peito encostado no chão;
- calçar luvas;
- colocar a xylocaína no ânus;
- lubrificar a sonda;
- entreabrir as nádegas;
- introduzir a sonda, pedir ao submisso que inspire profundamente;
- firmar a sonda com uma mão;
- deixar ecoar lentamente o líquido para dentro do ânus;
- se a solução não estiver sendo infundida, fazer movimentos rotatórios;
- terminado de introduzir todo a solução, retirar a sonda;
- orientar o submisso a reter o líquido, o quanto puder, ou quando for orientado a liberar. Se o objetivo for limpeza retal, repita o procedimento até que o liquido saia completamente transparente. Se o objetivo do enema for causar desconforto, retenha o líquido o maior tempo possível.