sexta-feira, 2 de julho de 2010

CONTROLE SEXUAL

A dominação feminina, castidade forçada e a inversão de papéis são as formas mais eficazes e conhecidas de controle e manipulação da sexualidade, desejo e também de outros aspectos (psicológicos, hormonais, comportamentais, financeiros e sociais) masculinos.

Homens castos não são criaturas amarguradas, sem iniciativa, muito pelo contrário são bem dispostos, cheios de energia, felizes, realizados e maravilhosos. Claro que eles sofrem bastante, não vou negar isso, principalmente no início e durante a fase de adaptação ao terrível e desconfortável cinto de castidade.

No entanto, o sofrimento deles purifica, transforma e se justifica nos benefícios que a própria castidade traz à mulher. Enquanto casto, o sofrimento masculino originado pelo desejo inalcançável de alívio sexual nunca termina. Se manipulado corretamente, toda essa frustração e energia sexual reprimida podem te proporcionar controle, regalias e prazeres indescritíveis.

Depois do período de adaptação, os homens castos aprendem a se manter “puros” em pensamento, saudáveis e livres do desejo de se aliviar com masturbação. Quando se tornam castos os homens mudam completamente de atitude e se tornam absolutamente fiéis, cada vez mais submissos e comprometidos com as respectivas parceiras.

Isso não é maldade, a mulher é superior e ele deve se sacrificar por teu prazer... Então, sem culpas, se realize plenamente e se divirta a valer. Mande-o usar a língua ao invés do pênis. Lembre-se, goze o quanto quiser, ele deve permanecer casto, não você! Dê ordens, deixe-o ajoelhado, chute, bata, maltrate, humilhe, castigue, mas não ceda, seja firme e aprenda a dizer NÃO!