sexta-feira, 9 de julho de 2010

DOMMES INTERNACIONAIS III

Olá amigos, mais uma vez posto aqui uma seleção de seis Dominadoras reconhecidas internacionalmente. Em vários sites é possível encontrar imagens e vídeos de sessões com estas notáveis mulheres. Espero que gostem dos perfis!



Mistress Tytania é uma dominatrix da Inglaterra, que gosta de jogos psicológicos. Ela tem muita experiência e um verdadeiro fascínio por cenários elaborados e psicodramas que envolvem o alter-egos dos escravos e suas fantasias sexuais. Ela adora vivenciar os devaneios e alimentar os desejos secretos de seus escravos. Para ela, o importante é criar os sutis detalhes e a atmosfera ideal para cultivar no escravo a sua puta interior. 




Lady Alexia é da Bélgica e gosta de práticas pesadas do BDSM. Já está neste meio a mais de 18 anos. Ela é uma mulher extremamente dominadora que tem uma entonação de voz muito autoritária e um ar masculino. Adora de paixão submeter seus escravos a jogos militares. Além de abertamente preferir os submissos masoquistas.





Lady Lydia é uma Dominatrix de Seattle (EUA), que realmente gosta de demonstrar seu prazer através da dor de almas corajosas. Com seus longos cabelos ruivos e pequenos pés delicados ela tem um armário cheio de assessórios para usar em todos os tipos de fetiches. Não deixe que o seu lindo sorriso o engane, ela pode causar qualquer tipo de dor física. Se você é um masoquista, pode ter certeza que ela vai machucar você.




Deusa Sonya, é uma Dominadora do EUA que trem um estilo equilibrado e criativo de mostrar todo seu poder. Entre suas praticas preferidas estão as que envolvem infantilismo e animais. Esta dominadora é um lindo embrulho de presente, recheado de pecado, poder e sedução. Apesar de ser muito exigente ela garante que adora iniciantes sinceros.





Mistress Tara é uma sensual dominadora profissional holandesa. Atualmente mora em Sidney, na Austrália, onde tem seu próprio estúdio. Iniciou seu caminho no BDSM ainda jovem lendo livros e assistindo a filmes sobre poder, dor e amor. Depois que experimentou e descobriu o prazer do chicotes, da dor e da humilhação o BDSM se tornou sua paixão verdadeira.





Lady Sonia gosta de se definir com sendo uma fetichista exibicionista. Está dominadora inglesa se intitula a esposa mais infiel de toda a Grã-Bretanha e tem como praticas prediletas a exploração financeira e o gosto por masturbação. Em suas sessões que normalmente são gravadas ela aprecia usar elaboradas fantasias, tais como de executiva, médica ou professora.