quarta-feira, 11 de dezembro de 2013

A CIDADE DAS MULHERES

Olá a todos, estive fora por um tempo, mas agora retomando os trabalho do blog tenho certeza que muitas serão as novidades. É sempre bom re-ler alguns conteúdos e por isso estive visitando uma página que gosto muito, www.supremaciafeminina.com.br, nela encontrei referência a uma reportagem feita pelo uol em 2006 que eu já tinha lido antes, mas como é uma curiosidade muito legal resolvi postar. Será que a cidade já está ativa?


TABLOIDEANAS 24/10/2006 - 15h16
Na cidade das mulheres, elas mandam, e eles obedecem
Da Redação

"As mulheres sempre têm razão e os homens nunca deveriam rejeitar seus pedidos". Esse é o slogan do letreiro de uma cidade que está sendo planejada na China. paraíso para o sexo feminino -- e pesadadelo para o masculino -- já está na maquete e começará a ser construído em três anos, segundo o portal "Chinanews".

A cidade feminina de Chongqing terá estilo arquitetônico antigo e um letreiro na sua entrada avisando do status matriarcal do lugar. E, por incrível que pareça, a idéia foi de um homem, Li Jigang, diretor do Escritório de Turismo do distrito de Shuangqiao. O motivo de Jigang foi nobre: ele teve a idéia da cidade das mulheres quando tentava conquistar sua esposa, à qual prometeu então obedecer durante toda a vida.

Agora o projeto, planejado durante meses, foi aprovado pelo Governo de Chongqing, que construirá a cidade das mulheres em uma área de 2,3 quilômetros quadrados ao redor do lago Longshui.

As regras de funcionamento da cidade são pesadas -- se você não tem nervos de aço, é melhor para de ler por aqui. O Editor do UOL Tablóide avisa -- e quem avisa, amigo é. Eis as leis da cidade: uma vez dentro da cidade, os homens terão que obedecer a suas mulheres, namoradas ou mães sem discutir, sob pena de serem multados pela administração local, obviamente dirigida por elas. As mulheres, e só elas, poderão andar em suas ruas para se divertir, enquanto os homens só poderão fazer isso se satisfizerem às vontades de suas companheiras ou mães. As mulheres poderão livremente "discriminar" e "castigar" os homens quando estes não respeitarem seus pedidos e desejos, antecipou Li. 

O Editor do UOL Tablóide adverte: tem que ser muito macho para visitar a cidade das mulheres.