sábado, 9 de março de 2013

O SERVO CASTO


O que significa ser casto?

Para ser casto, o homem deve ser moralmente limpo em pensamentos, palavras e atos. Você não deve ter nenhuma relação sexual e, se mantiver uma relação de servidão, deve ser completamente fiel à sua senhora em adoração e contemplação.

Por que o servo deve manter-se sexualmente puro?

Quando o homem se preocupa o suficiente com sua senhora guardando a lei da castidade, o amor dele por ela, assim como sua confiança e comprometimento aumentam, resultando em maior felicidade, união e entrega. Em contrapartida, relações que se baseiam na imoralidade sexual não duram muito. Os que se envolvem com a imoralidade sexual em geral sentem medo, culpa, vergonha,  amargura, ciúmes e ódio, logo, esses sentimentos substituem quaisquer sentimentos positivos que tenham existido na relação de servidão.

As leis da castidade existem para a proteção do homem e do relacionamento de servidão. A obediência a essa lei é essencial para a paz pessoal, a força de caráter e a felicidade na servidão. Ao conservar-se puro sexualmente, o homem evitará os danos emocionais que sempre advêm das intimidades físicas. Mantendo o homem no caminho correto da servidão à mulher.

Por que é importante obedecer à lei da castidade?

No mundo de hoje, a maioria das pessoas acredita que a intimidade sexual é aceitável. Mas à vista do servo fiel, esse é um pecado sério. Tanto no universo Femdom, bem como nos ensinamentos religiosos vale ressaltar que os pecados sexuais são um dos mais graves existentes.

Às vezes, as pessoas tentam convencer-se de que relações sexuais entre o servo e a senhora são aceitáveis desde que os envolvidos se amem. Isso não é verdade. Quebrar a lei da castidade e incentivar outros a fazê-lo não é expressão de amor. Se o servo ama realmente sua senhora ele nunca colocara em risco a felicidade dela e a segurança de sua entrega em troca de um prazer pessoal temporário.

Quais são os padrões para demonstrar afeto durante a servidão?

Existe um ensinamento sobre um princípio bem claro: Não façam nada que desperte as poderosas emoções do tesão. Não estimule essas emoções no corpo de outra pessoa ou em seu próprio corpo.
Além disso: Se você já é um servo, sempre trate sua senhora com respeito. Nunca a trate e nem se dirija a ela como um objeto a ser usado para satisfazer os SEUS desejos lascivos.

Tome cuidado, não participe de conversas ou atividades que estimulem os desejos sexuais. Não participe de beijos apaixonados, não fique em uma cama com a outra pessoa e nem se deite sobre ela,  nem lhe toque as partes íntimas e sagradas do corpo, com ou sem roupa. Nunca permita que ninguém faça essas coisas com você.

Se quiser externar sua adoração e o sentimento de afeto que tem por sua senhora, faça isso de modo verbal, discreto, escolhendo as palavras e o momento. Faça isso sendo servil e dedicado. Seja presente e disponível sempre. Respeite os limites físicos e se mantenha no lugar e com a postura adequada a um servo casto.