terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

CERIMÔNIA DE ENCOLEIRAMENTO

No BDSM a coleira é o símbolo externo de compromisso e representa a marca de propriedade feito entre uma Dominadora e o submisso.

A Cerimônia

O submisso nú caminha em direção à Dominadora e se coloca de joelhos diante dela, revelando sua vontade de viver sua vida pelas regras do BDSM e sobre o domínio dela.

Toca um sino anunciando o início da cerimônia.

A Dominadora se coloca em pé diante do submisso, que de joelhos a reverencia se curvando e beijando seus pés.

Um segundo sino toca.

O submisso ainda de joelhos faz o seguinte juramento: "Eu me entrego a seu domínio e ofereço minha vida para que a Senhora me guie. Desejo que me aceite como seu escravo e que de hoje em diante decida os rumos de minha jornada".

A Dominadora pega a coleira e declara: "Eu o aceito como meu escravo e lhe dou esta coleira como símbolo de minha propriedade sobre ti".

A Dominadora coloca a coleira no pescoço do submisso e lhe pergunta.  "Você aceita este símbolo como uma representação de minha propriedade sobre ti e promete honrá-lo e respeitá-lo?"

O submisso responde: “Sim Senhora”.

Um terceiro sino toca.

A coleira é então fechada. O escravo então se curva e beija novamente os pés de sua Dona.

A Dominadora então coloca uma guia na coleira e diz "Te guiarei pela vida, seguindo as regras do BDSM e respeitando seus limites. Você agora me deve obediência total e o seu futuro está em minhas mãos. Você agora me pertence".

Todos os sinos tocam anunciando o início da relação de servidão.

  • Em algumas cerimonias um contrato de servidão é assinado ao final estipulando os direitos, deveres e limites do relacionamento.