terça-feira, 14 de junho de 2011

SEJA UM BOM ESCRAVO

Adaptação Texto retirado e adaptado do blog www.rainhajenn.blogspot.com


10 DICAS QUE UM SUB DEVE SEMPRE LEMBRAR

1. Seja paciente! Seu propósito, como um submisso, é servir e satisfazer alguém que levará em conta a realização de suas fantasias. Portanto saiba esperar o momento que sua dona irá desejar fazer algo que você quer.

2. Seja humilde. Você não precisa falar que é bom, sempre existirá uma oportunidade para sua atitude mostrar o quão bom você é. Muitas vezes falamos mais que a "nossa realidade", e dessa forma acabamos sendo mal sucedidos por não atingir essa expectativa criada.

3. Seja receptivo para coisas novas. Você sempre pode aprender algo novo sobre BDSM e sobre você mesmo. BDSM é uma arte muito pessoal e coisas que são parecidas acabam sendo diferentes quando vistas pela ótica de outras pessoas.

4. Comunicação. Verbalização é necessária, mas, no momento e do modo apropriado. Sua Dona precisa ter informações básicas a seu respeito, como experiências, fantasias, saúde, e suas frustrações. Porém, a menos que seja uma emergência, espere até que sua Dona pergunte. Entenda que ela não tem como conhecer suas necessidades e limites. Isso é muito importante.

5. Seja honesto. Sua Dona espera que você seja sincero sobre seus desejos, necessidades, fantasias, saúde e frustrações. Mentir só poderá conduzir a sua relação ou cena para problemas. Além de ser realmente perigoso. Às vezes é difícil falar de coisas tão íntimas, mas faça um esforço para responder sobre determinada questão.

6. Esteja disponível. Permita que sua Dona surpreenda você. Deixe-a estender seus limites, para levá-lo a lugares que você nunca havia estado antes. Quando você confia em sua Dona e a deixa saber disso, ela guiará você em novas fantasias.

7. Seja realista. Sua Dona é humana, ela pode cometer erros e se equivocar. Não chame sua atenção por coisas que você percebe ser um lapso. Seja generoso na construção da relação entre os dois. Saiba a diferença entre realidade e o mundo de fantasia que você vê em livros e revistas.

8. Seja realmente submisso! Este é um ponto chave. Deixe sua Dona assumí-lo por completo. Não treine uma resposta mal criada ou seja crítico dela. Troque informações sobre suas necessidades especiais, porém deixe que ela controle a relação ou cena. Se você teima em conduzir a cena para suas próprias especificações, então você deveria tentar ser um Dominador. Você concordou com as limitações inerentes de sua escolha como submisso. Fique dentro dessas limitações, respeite, obedeça e espere o castigo caso isso não aconteça. Aceite graciosa e alegremente. Seja leal e desfrute seu papel.

9. Seja/esteja saudável (física e mentalmente)! BDSM, como qualquer atividade extenuante, requer que seus participantes - ativo e passivo - estejam em plena saúde física e emocional. A quantia que você dorme, seus hábitos alimentares, seu álcool/droga, e tensão cotidiana afetam sua resposta e resistência durante um jogo.

10. Cuidado. Divirta-se, pois o BDSM é um jogo intenso e envolvente, porem seja responsável e cauteloso. Pois nele várias práticas envolvem riscos reais.