domingo, 28 de fevereiro de 2010

REFLEXÃO: O submisso gosta de ser forçado e de ceder.


Todo submisso gosta de ser forçado e de ceder. Para ele não existe outro tipo de prazer. Nele pode até existir algum sentimento, explicito ou implícito, e que se manifeste como vontade, mas o seu real prazer só existe quando ele é submetido à frustração. Quando quer e não consegue ou quando não quer e acaba cedendo. Dentro de todo submisso está um desejo, uma necessidade, de se reconhecer como submisso. Em saber que teve a oportunidade de ter dito “Não”, mas não conseguiu e cedeu.
Para um submisso a satisfação não está em realizar suas próprias vontades e sim em realizar aquilo que não é a sua vontade. Seu prazer está em saber que foi subjugado, que cedeu à vontade de sua Dona.
Inicialmente, antes de estar realmente dominado, o submisso pode, e com certeza irá, manifestar seus desejos, expectativas, vontades e preferências. O que é uma coisa muito importante para sua Dona, pois serve de parâmetro para que ela saiba em que grau de submissão ele se encontra. Porém, todos estes desejos devem ser substituídos gradativamente pelos desejos da Senhora.
A idéia é a seguinte: Se a Dona não gosta, então não se faz. Mas, no entanto, isso não deve ser imposto imediatamente para ele. (Vai depender do estagio de submissão em que ele se encontra) Este processo de mudança, de substituição, de modificação da vontade, deve ser gradativo.
Para o submisso deve sempre ficar uma promessa, a expectativa de que em outra oportunidade seu desejo será realizado. Com certeza, aos poucos e com o passar do tempo os desejos do submisso ficarão cada vez mais escasso e serão substituídos pelas vontades de sua Dona. Para o submisso é inevitável não ter prazer quando cede à vontade de sua Dona, mesmo que forçado.
O importante é saber que as vontades e o prazer do submisso, podem e devem ficar em segundo plano. Na maioria das vezes eles irão ceder numa boa. Mas caso relutem ou se sintam amedrontados em realizar alguma pratica tenha paciência, negocie, vá devagar. E não se preocupe, pedindo com jeitinho todos acabam sempre cedendo.

Saudações SM